Defesa Civil monitora áreas de risco em Fortaleza

A chuva traz esperança ao sertanejo e ao agricultor. Mas, a quadra chuvosa na capital cearense também é sinônimo de preocupação para quem mora às margens de rios e em locais de risco.
O coordenador especial de proteção e defesa civil de fortaleza, Cristiano Férrer explica como o órgão acompanha essas famílias.
 O serviço da defesa civil pode ser acionado pela central do CIOPS, pelo telefone de emergência 190, além das regionais, como reforça Cristiano.
A defesa civil não informou a quantidade de áreas consideradas de risco hoje, na capital.