ARTIGO DE OPINIÃO: Algumas atitudes que devem ser tomadas para sair das dívidas e manter suas contas em ordem

Educação financeira não é algo que se aprende de uma hora para outra. É preciso planejamento e estudo. O ideal é buscar ajuda especializada, num primeiro momento, para organizar as finanças e mudar a forma como você lida com o seu dinheiro. Essas mudanças de hábitos não só te ajudará a sair das dívidas, mas a realizar investimentos que permitirão alavancar sua vida e conquistar muitos sonhos. Tem um ditado que gosto muito: Pensar pequeno e pensar grande, dar o mesmo trabalho, então, se prepare, e pense grande e sonhe GRANDE!

Na campanha que preparamos para os nossos leitores foi denominada de #obvioprecisaserdito, em relação a sair das dívidas e manter as contas em ordem, assim, não adianta nada sair das dívidas e não fazer as desconstruções necessárias para mudar velhos hábitos, correndo o risco do endividamento novamente, então, vamos as dicas:

  • Anote todas as dívidas;
  • Organize o seu orçamento, incluindo, já a amortização de uma das dívidas que você possui;
  • Corte gastos necessários;
  • Busque uma renda extra, use e abuse de sua criatividade para fazer dinheiro e não ganhar dinheiro, são conceitos distintos e que no outro momento voltamos a esse temática;
  • Negocie com os credores, ou seja as pessoas que devemos, podem ser pessoas físicas e/ou pessoas jurídicas;
  • E por último, mas não menos importante, priorize o pagamento das dívidas com maior juros.

Seguir essas dicas irão ajudar muito a refletir sobre a dívida e fazer o que é certo fazer, sanar o débito e evitar novas dívidas, antes mesmo de terminar as existentes.

Voltaremos, no outro momento, dando continuidade a campanha #oobvioprecisaserdito com dicas práticas para os leitores colocarem em ação seu plano de restruturação financeira, começando devagar, com propósito, pequenos passos, a longo prazo trarão os resultados esperados.

 

Quer saber mais? te convido a acessar meu Instagram @diretoenoponto. Frequentemente, posto conteúdo e na BIO, temos um curso EAD sobre tipos de investimentos, dicas de como se prevenir das “pegadinha” e pilares para uma adequada e permanente educação financeira.

 

Por: Profa. Dra. Valéria Bastos. Gestão de investimento, Educadora Financeira. Conciliadora e Mediadora Judicial Certificada Pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vinculada ao Instituto Judialogus (novo conceito de gestão de conflitos). Jurista em formação, e com foco em gestão financeira. Mestre e Doutora na área de Saúde Coletiva, com ênfase em gestão, avaliação e políticas públicas.